Notícias

28dez

GRÊMIO QUER VOLTAR A SER REFERÊNCIA NACIONAL NA CRIAÇÃO DE NOVOS TALENTOS

Investimento na base será prioridade na gestão de Fábio Koff
Share Share Share

“Formar jogadores de qualidade para serem aproveitados no plantel principal”.

Mais do que uma afirmação, esse é o principal objetivo estipulado pelos novos profissionais que assumiram o comando das categorias de base do Grêmio. Mostrando sintonia, todos têm este lema na ponta da língua.

“Lógico que é importante comemorarmos títulos, o torcedor gosta, mas os títulos são consequências de um trabalho bem feito”, explica Marcos Chitolina (foto abaixo), Assessor de Futebol da base gremista, que atribui à base uma importância fundamental para o futuro do Clube e usa como exemplo as conquistas de 1981, 1983 e 1995, quando os times contavam com pelo menos metade de jogadores oriundos das categorias de base.

“Vamos investir bastante. O Grêmio já foi referência nacional na formação de atletas e pretendemos voltar a essa condição. Para tanto estamos montando uma equipe qualificada na avaliação de talentos”, salientou.

O novo coordenador das categorias de base, Júnior Chávare (à esquerda na foto), teve passagens pela Inter de Limeira, onde conquistou o Paulistão Sub-20, pelo Rio Branco de Americana, onde colocou em prática uma consultoria para garimpar talentos, e pela Ponte Preta, onde também coordenou a base. De 2003 a 2008, trabalhou como consultor da Juventus, da Itália, sendo contratado para ser o representante do clube na América do Sul.

“Considero como meus grandes diferenciais a organização e a capacidade de avaliar atletas. Temos que antever quais jogadores possuem a capacidade de chegar a ser um grande profissional”, revelou Chávare. Segundo ele, o setor tem como objetivo implantar um sistema que permite formar jogadores versáteis, para que cheguem preparados aos profissionais, mas sem queimar etapas. “É importante ressaltar que trabalhamos verticalmente em conjunto com os profissionais”, disse, destacando que já houve uma reunião preliminar com o auxiliar Roger Marques. Para compor a nova direção da base, buscou no coirmão o novo coordenador técnico, Diego Cabrera (à direita na foto), conceituado como um dos principais conhecedores do mercado.

Nos dias 29,30 e 31 de janeiro, representantes de todas as categorias - Sub-12 até os Juniores - se reunirão para um simpósio onde serão traçadas as diretrizes para os próximos anos. A ideia é criar um manual de normas técnicas e táticas que sirva como um plano diretor a ser seguido pelos profissionais do departamento de formação. Segundo Chitolina, a busca do certificado de qualidade ISO 9001 para o setor ajudará de forma positiva para implementação deste projeto: “Precisamos mudar o perfil da base. Vamos aprimorar nossos atletas, vamos treinar fundamentos”, finalizou.

O trabalho já começou e o Tricolor busca reforços no mercado latino-americano. Vindos da Argentina, deverão ser anunciados para os planteis da base, segundo adiantou Chitolina. As novidades já poderão ser vistas neste início de 2013, já que o Clube terá pelo menos seis competições importantes em nível nacional, com destaque para a Copa São Paulo de Futebol Júnior, com o Grêmio estreando já no próximo dia 6 de janeiro.

 

Foto: Rodrigo Fatturi/Grêmio.


galeria de imagens:

notícias anteriores