Notícias

23abr

APÓS EMPATE NO TEMPO REGULAMENTAR, TRICOLOR É SUPERADO NOS PÊNALTIS PELO NOVO HAMBURGO

Em jogo complicado, Grêmio perde a vaga na final do Gauchão
Share Share Share

No início da noite deste domingo, o Grêmio entrou em campo no Estádio do Vale, para decidir a vaga para a final do Campeonato Gaúcho, contra o Novo Hamburgo. Tendo empatado o primeiro jogo em 1 a 1, na Arena, no último dia 16, o Tricolor teve um só objetivo: trazer a vitória para Porto Alegre. Infelizmente não foi o que aconteceu. O jogo foi complicado e o Tricolor acabou eliminado pelo Noia nos pênaltis, por 7 a 6, após o empate em 1 a 1 no tempo regulamentar.

Como era previsto, o jogo seria difícil. E assim foi. Na primeira etapa, o Grêmio mostrou intensidade e dinâmica. Criou, mas teve dificuldades diante da boa partida que fez o Novo Hamburgo defensivamente, que marcou muito bem, não deixando espaços para os gremistas trabalharem.

Mesmo tendo voltado para o segundo tempo com a mesma formação, Renato teve que providenciar logo no início sua primeira alteração. Edilson sentiu um desconforto muscular após dividida com marcador e foi substituído por Lucas Barrios, deslocando assim, Léo Moura para a lateral direita. E deu certo! Depois de muito insistir e tentar furar a defensiva adversária, os gremistas conseguiram abrir o marcador, aos 19 minutos. Com uma boa jogada individual, Pedro Rocha driblou a marcação e deu um ótimo passe para Lucas Barrios. O paraguaio fez o domínio, puxou pra perna direita e chutou rasteiro. Matheus se esticou, mas não conseguiu alcançar a bola que morreu no fundo das redes.

A segunda substituição foi providenciada: Miller Bolaños deu lugar a Arthur. O jogo seguiu equilibrado, mas o Noia não desistiu e conseguiu chegar ao empate aos 28 minutos, com Júlio Santos, que depois de uma cobrança de escanteio, subiu e desviou de cabeça, marcando para os donos da casa. Lincoln foi a terceira alteração, ocupando o lugar de Léo Moura. Depois dos 54 minutos de bola rolando nesta etapa, a partida foi decidida nas penalidades.

Nas cobranças, o Novo Hamburgo - time de melhor campanha da competição - venceu e conquistou a vaga, pela primeira vez, para a final do Campeonato Gaúcho.

Escalação: Marcelo Grohe, Edilson, Geromel, Kannemann, Marcelo Oliveira, Maicon, Ramiro, Léo Moura, Miller Bolaños, Pedro Rocha, e Luan

Banco: Leo, Rafael Thyere, Bruno Rodrigo, Bruno Cortez, Michel, Jailson, Kaio, Arthur, Lincoln, Everton e Lucas Barrios.

A arbitragem foi comandada por Jean Pierre Lima, auxiliado por José Eduardo Calza e Alexandre Kleiniche.

O jogo:

Primeiro Tempo

A saída de bola foi dos donos da casa, que logo teve uma falta a seu favor, na sua intermediária de ataque. A bola foi colocada na área gremista, mas afastada por Kannemann, com segurança.

O Tricolor não demorou muito e respondeu a altura. Aos 2 minutos, Bolaños fez uma boa tabela com Léo Moura, mas a bola acabou correndo e ficou com o goleiro Matheus. No lance seguinte, Pedro Rocha partiu em velocidade pela esquerda, mas acabou sofrendo uma falta, cometida por Léo. A cobrança foi feita, mas o Noia conseguiu recuperar.

O Novo Hamburgo seguiu insistindo e chegou novamente com um cruzamento da esquerda, feito por Preto, mas que passou por todo mundo e saiu pela linha de fundo.

O Grêmio pressionou e Edilson, pela direita, recebeu passe e tentou jogar para a área, mas Assis foi bem na marcação e cortou a jogada. Logo em seguida, Bolaños fez um bom lançamento para Marcelo Oliveira. O lateral cruzou, mas mandou muito forte. Edilson conseguiu evitar a saída, mas a bola se perdeu pela linha de fundo.

Com 12 minutos de bola rolando, a partida seguiu equilibrada. O Novo Hamburgo marcando muito bem e o Tricolor tentando furar o bloqueio. Em nova oportunidade, Luan seguia com a bola dominada, mas Juninho conseguiu desarmar.

Na sequência, Edilson, da direita, tentou cruzamento na área buscando Pedro Rocha, mas a defensiva mais uma vez foi bem e afastou.

Quando Bolaños ia dominando na intermediária de ataque, Pablo cometeu falta sobre o equatoriano. De longa distância, Edilson cobrou, mas a bola explodiu na barreira. Na sobra, Ramiro dominou e cruzou; Léo colocou para escanteio. Na cobrança, Luan colocou na área; o goleiro Matheus dividiu com o companheiro e afastou a bola, que ainda bateu nas costas de Geromel e foi afastada completamente pela defensiva do Noia.

O Tricolor tentou mais uma vez, agora com Pedro Rocha. Na disputa com Léo, o atacante acabou perdendo o tempo da bola, que quicou no gramado e terminou nas mãos do goleiro Matheus.

O Novo Hamburgo chegou com um cruzamento de Branquinho, mas Marcelo Oliveira foi bem e bloqueou o jogador, conseguindo ainda tiro de meta para o Tricolor.

No ataque, o Tricolor tentou novamente com boa jogada tramada por Edilson e Léo Moura, que ficou com o último passe e fez cruzamento, mas bloqueado por marcador. Em seguida, o lateral direito dominou e Juninho subiu o pé. Falta. Edilson cobrou, colocando na área, mas mais uma vez a defensiva do Noia fez o corte e se lançou em contra-ataque. Ramiro cometeu falta sobre jogador na intermediária defensiva e acabou amarelado. Preto cobrou, colocando na área gremista, mas zaga cortou para escanteio. Na cobrança, Preto de novo alçou na área; defesa afastou.

Aos 26 minutos, Júlio Santos cometeu falta forte sobre Miller Bolaños, aplicando um carrinho no equatoriano. Luan alçou na área, Kannemann tentou, mas não conseguiu. Geromel também foi no lance, mas dividiu com marcador. Bola se perdeu pela linha de fundo, com escanteio para o Tricolor. Miller cobrou, Kannemann subiu de cabeça, pegou mal e mandou pra fora.

O Grêmio perdeu boa chance aos 29’. Luan e Bolaños fizeram boa jogada, mas quando o equatoriano recebia o último passe, Amaral apareceu para fazer o corte, dentro da área.

Quando Miller se lançava novamente em velocidade, mais uma vez foi derrubado com falta, agora de Renan. Cobrança feita, mas que terminou com a defensiva adversária fazendo o desarme da jogada.

O Tricolor chegou aos 31’, com Marcelo Oliveira tabelando com Pedro Rocha. Léo chegou de carrinho e mandou a escanteio. Luan bateu, mas passou por toda a área e ninguém chegou. Na sequência, foi a vez de Pedro Rocha dar bom passe para Bolaños, que acabou bloqueado, sofrendo falta. Edilson cobrou bem, passando com perigo à esquerda do goleiro Matheus; por detalhe os gremistas não abriram o marcador no Estádio do Vale.

Com 36 minutos, Branquinho, em lance, colocou-se à frente de Marcelo Oliveira; o jogador ficou pedindo pênalti, mas o lance estava dentro da sua normalidade.

O Tricolor teve uma jogada excelente aos 37’. Miller e Pedro Rocha saíram em velocidade, tabelando, até que Bolaños cruzou da esquerda; Matheus saiu do gol e fez ótima defesa. No contra-golpe, o Noia perdeu uma baita chance. Branquinho acionou João Paulo na cara de Grohe, mas o jogador isolou e mandou a bola lá na arquibancada.

O Grêmio seguiu levando perigo à área dos donos da casa. Aos 41’, Luan deu passe para Maicon, que acionou bem Bolaños. De fora da área, o equatoriano chutou a gol, mas mandou muito alto direto pra fora.

De novo no ataque, agora Luan foi derrubado com falta, parando sua jogada. Na cobrança, a bola foi trabalhada com Miller e Marcelo Oliveira, mas defensiva conseguiu o corte pra escanteio. Bolaños cobrou curto no Pedro Rocha, que devolveu. O equatoriano colocou na área; defesa afastou. A bola ficou viva dentro da grande área, até que chegou a Luan. O atacante tentou bater, mas pegou mal na bola.

Jogo finalizou aos 48’.


Segundo tempo

O Grêmio voltou a campo com a mesma formação e teve a saída de bola nesta etapa.

No primeiro minuto, Amaral deu passe para Branquinho, que ia invadindo a área em velocidade, quando Marcelo Oliveira conseguiu o deter, entrando de carrinho, mas só na bola. Lance foi limpo.

Em nova jogada, o Grêmio iniciava um bom contra-ataque, com Pedro Rocha, mas Renan dividiu a jogada pelo alto e caiu no gramado. Em seguida, Geromel deu passe para Edilson na direita, que cruzou mesmo sem ângulo; a bola ficou com a defensiva do Noia.

Já os adversários tiveram boa chance aos 5 minutos, com uma falta próximo a grande área, cometida por Edilson, que ainda acabou amarelado. Assis colocou de perna canhota na área, houve o desvio de Pablo, que mandou a gol; a bola passou por cima da meta gremista, com perigo.

Substituição no Tricolor: Saiu Edilson, entrou Lucas Barrios, aos 6 minutos.

Os gremistas tiveram um escanteio a seu favor, cobrado por Luan no primeiro poste, mas a marcação adversária logo conseguiu interceptar a jogada.

Aos 10’, boa jogada tramada pelo Grêmio, com Lucas Barrios escorando para Luan. O atacante chutou de primeira, mas mandou por cima da meta de Matheus.

O Novo Hamburgo chegou com perigo na sequência, com João Paulo, mas Pedro Geromel, bem posicionado, conseguiu o corte.

Outro amarelado foi Léo Moura, que mesmo sem intenção, foi punido por subir o pé demais, cometendo falta sobre seu adversário.

O Tricolor tentou de novo, agora com Luan, que ia fazendo jogada individual, mas acabou desarmado. Ainda pressionando, uma cobrança de falta da intermediária foi feita. A bola foi colocada na área para Lucas Barrios, mas Júlio Santos mandou para escanteio.

Depois de muito insistir, enfim, os gremistas conseguiram abrir o marcador. Uma baita jogada individual de Pedro Rocha, que driblou a marcação e deu ótimo passe para Lucas Barrios. O paraguaio fez o domínio, puxou pra perna direita e chutou. Matheus se esticou, mas não conseguiu alcançar e a bola morreu no fundo das redes. Grêmio 1 a 0 no Estádio do Vale, com 19 minutos.

Substituição no Tricolor: Saiu Miller Bolaños, entrou Arthur, aos 23 minutos.

O Noia teve uma oportunidade com uma cobrança de escanteio. Assis colocou no primeiro poste, mas defesa afastou. Na sequência, Preto, de longe ainda chutou a gol, mas Marcelo Grohe fez a defesa.

Em cobrança de escanteio perfeita feita pelo Preto, da esquerda, Júlio Santos se aproveitou e subiu sozinho, desviando de cabeça e mandando a gol, no canto direito de Marcelo Grohe, com 28 minutos.

Aos 39’, o Grêmio chegou com Barrios tabelando com Arthur, mas a bola passou por um dos jogadores gremistas e acabou com o goleiro Matheus. Instantes depois, Pedro Rocha fez um cruzamento na área, mas o arqueiro do Novo Hamburgo saiu do gol e fez a defesa.

Partindo em velocidade, Luan passou por três marcadores, até que sofreu falta na intermediária de ataque. Na cobrança, Luan bateu, mas mandou mal. No rebote, Ramiro chutou, a bola explodiu no defensor e voltou para Barrios, que mandou uma bomba. Matheus espalmou, Pedro Rocha pegou e chutou cruzado, mas Júlio Santos cortou.

Ramiro tabelou com Luan, pela esquerda, mas houve o corte da marcação do Noia. Na cobrança, o camisa 7 colocou no primeiro poste; defesa afastou.

O Tricolor teve uma boa chance com cobrança de falta, já aos 48’. Luan correu pra bola, colocou no segundo poste e Geromel subiu; a defesa dividiu e mandou pra escanteio. Na cobrança, o atacante cobrou fechado, direto nas mãos de Matheus.

O Noia também teve chance com Assis, cobrando falta na área; a bola passou por todos, mas Marcelo Grohe saiu e fez a defesa.

Substituição no Tricolor: Saiu Léo Moura, entrou Lincoln, aos 53 minutos.

O tempo regulamentar encerrou-se aos 54 minutos - Tudo foi decidido nas penalidades.

Maicon, Lucas Barrios, Lincoln, Pedro Rocha e Luan foram os escolhidos para as cinco primeiras cobranças.

Primeira cobrança:
O capitão gremista foi o primeiro a bater e mandou no canto direito de Matheus. Gol!
João Paulo foi para o Novo Hamburgo e também marcou.

Segunda cobrança:
Para o Tricolor, Lucas Barrios também balançou as redes, chutando no canto esquerdo do arqueiro adversário
O Noia levou Preto para sua segunda cobrança. O capitão da equipe acertou a trave.

Terceira cobrança:
Lincoln também desperdiçou sua oportunidade e mandou pra fora, à esquerda do gol de Matheus.
Assis cobrou para os donos da casa, Marcelo Grohe cresceu e defendeu para o Tricolor.

Quarta cobrança:
Pedro Rocha foi o quarto a cobrar, Matheus defendeu.
Léo, de perna direita marcou para o Novo Hamburgo.

Quinta cobrança:
Luan marcou para os gremistas, chutando no canto direito do gol.
Pablo foi o escolhido para a última cobrança. O zagueiro marcou também.


Nas cobranças alternadas, Renato escalou Marcelo Oliveira, Ramiro, Arthur e Kannemann.

Sexta cobrança:
Marcelo Oliveira também deixou o seu. Mandou no canto de Matheus, deslocando o goleiro.
Júlio Santos fez o dele, deixando tudo igual.

Sétima cobrança:
Ramiro converteu! Gol do Tricolor.
Juninho pegou distância e também marcou.

Oitava cobrança:
Arthur cobrou bem, no canto esquerdo, com qualidade. Gol!
Renan marcou para o Noia.

Nona cobrança:
Kannemann, de perna canhota chutou, mas Matheus fez a defesa no canto direito.
Já Amaral converteu e colocou o Novo Hamburgo na final do Campeonato Gaúcho, pela primeira vez.

Final de jogo: Novo Hamburgo 7; Grêmio 6.

 

Fotos: Lucas Uebel.

 


Novo Hamburgo X Grêmio




Gauchão 2017 - Semifinais

Placar: Novo Hamburgo  1 X 1  Grêmio
Local: Estádio do Vale
Data: 23.abr.2017


Escalação Grêmio
Marcelo Grohe  
Edilson  
Geromel  
Kannemann  
Marcelo Oliveira  
Maicon  
Ramiro  
Léo Moura  
Miller Bolaños  
Pedro Rocha  
Luan  
  Entrou Saiu
Lucas Barrios   Edilson
Arthur   Miller Bolaños
Lincoln   Léo Moura
Escalação Novo Hamburgo
Matheus  
Léo  
Júlio Santos  
Pablo  
Amaral  
Assis  
Preto  
Renan  
João Paulo  
Juninho  
Branquinho  
 
Reservas  
 
Max  
Léo Carioca  
Ricardo S  
Ângelo  
Brida  
Júlio Abu  
Jefferson Assis  
Tiago Ott  
Jeff Silva  
Lucas Santos  
Brandão  

notícias anteriores