Notícias

14jul

GRÊMIO RECEBE INVESTIDORES DA PARCERIA COM A BLACK PANTHERS

Presidente Romildo Bolzan esteve em SP explanando a experiência com os parceiros chineses
Share Share Share

Inserido no mercado de formação de jovens jogadores na China desde o ano passado, o Grêmio avança na parceria com o mercado daquele país. Nesta semana, o Tricolor recebeu uma comitiva de governantes e empresários de Zhuhai – onde a escola parceira Black Panthers fica sediada – para apresentar o Clube e debater potenciais expansões das áreas de integração. Além da visita, o presidente Romildo Bolzan também esteve em São Paulo, participando de uma Rodada de Negócios, explanando a experiência institucional com os parceiros chineses.

A viagem da comitiva chinesa começou no último domingo, no Rio de Janeiro. Acompanhados do executivo de Marketing do Grêmio, Beto Carvalho, o Chefe do Governo em Zhuhai, Guo Yuan Qiang e o Diretor do Comitê Administrativo do Distrito de Hengqin, Niu Jing visitaram o Museu Seleção Brasileira, na CBF. Também estavam presentes Cai Hai Hong e He Hank, investidores da parceria Grêmio/Black Panthers e o CEO da escola parceira, Hugo Manzanilla.

Na segunda-feira, Hugo e os investidores viajaram a Porto Alegre para conhecer as instalações do Grêmio. Estiveram na Escola de Futebol, no Cristal, no CT Luiz Carvalho e também na Arena, em reuniões com o presidente Romildo Bolzan, o Chefe de Gabinete Marco Bobsin e Beto Carvalho. De acordo com o CEO da Black Panthers, a comitiva veio ao Brasil para conhecer o Grêmio e também costurar futuras parcerias comerciais. "Eles vieram ao Brasil, pricipalmente a Porto Alegre, para conhecer o Grêmio. E ter melhor visão do que é necessário para o futuro da parceria na China. Ha também a possibilidade de fazer negócios, buscar parceiros comerciais", contou.

Envolvido nas reuniões, o presidente Romildo Bolzan celebrou a visita e o potencial de a parceria na formação de jogadores se estender para projetos comerciais envolvendo o Grêmio e o mercado asiático. "O grupo chinês que veio aqui já trabalha através da Black Panthers, que pegou a metodologia de formação do Gremio e tem dois mil alunos. O projeto é chegar rapidamente às seis mil crianças. A prospecção avança para questões negociais. É um processo que está em aberto. Não sabemos onde vamos chegar, mas é um processo negocial muito amplo. O que tem de concreto hoje é uma coisa que satisfaz muito o Grêmio, porque vende a nossa imagem na China, nos dá uma entrada no mercado chinês. Isso, de certa forma, tem muito a ver com o planejamento estratégico do Clube", revelou.

Na última quarta-feira, o presidente e seu chefe de gabinete, Marco Bobsin, embarcaram com os investidores para São Paulo. Na capital paulista, encontraram-se com o Chefe do Governo em Zhuhai, Guo Yuan Qiang e o Diretor do Comitê Administrativo do Distrito de Hengqin, Niu Jing na "Mega Rodada de Negócio China – Zhuhai x Brasil – São Paulo". A presença do Clube foi soliticada pela comitiva, e o presidente Romildo Bolzan detalhou aos empresários a experiência do Grêmio com os parceiros orientais.

O evento, organizado pela Câmara Brasil China de Desenvolvimento Econômico, foi aberto pelo prefeito de São Paulo, João Dória, e também tratou do Projeto de Lei do deputado federal por São Paulo Fausto Pinato, que institui o Dia Nacional da Imigração Chinesa no Brasil."Em São Paulo eles mostraram todos os serviços e suas perspectivas para empresários paulistas. E como o Grêmio se insere como parceiro, foi convidado a falar sobre a experiência que tem com eles", disse.

Enquanto debate formas de ampliação da parceria com a Black Panthers e o mercado chinês, o Grêmio segue o trabalho de formação de jogadores naquele país. Desde o início de maio, o coordenador técnico da Escola de Futebol William Mikhailenko, o treinador da categoria sub-13 André "Dedé" Mello e os preparadores físicos Pedro Lunelli e Lucas Zarth trabalham com as crianças atendidas pela Black Panthers – em escolas públicas e em parques de Hengqin. No mês passado, a emissora local Zhuhai TV levou ao público o trabalho realizado pelos profissionais do Tricolor.

Fotos: Divulgação / ChinArte Cultura Media / CBF / Black Panthers


notícias anteriores