Notícias

20abr

COM UM JOGADOR A MENOS, GRÊMIO EMPATA COM O GUARANI FORA DE CASA

Tricolor segue líder do Grupo 8, com sete pontos
Share Share Share

Na noite desta quinta-feira, o Grêmio entrou em campo no estádio Defensores del Chaco, em Assunção, no Paraguai, para enfrentar o Guarani, em seu terceiro jogo pela Conmebol Libertadores Bridgestone 2017. Em campo, Renato optou por uma equipe alternativa que mostrou empenho e garra, mas ficou no empate em 1 a 1.

O Tricolor começou melhor a primeira etapa, conseguindo dominar a partida, trocando bons passes e criando algumas oportunidades de gol. Lincoln, Barrios e Fernandinho tiveram nos pés a chance de abrir o marcador, mas não converteram em gol. A partir dos 30 minutos, os paraguaios conseguiram se impor, equilibrando o jogo - até tiveram um gol bem anulado por impedimento e bons arremates que pararam nas defesas de Marcelo Grohe.

No segundo tempo, os gremistas voltaram superiores na partida, mas foi o time da casa quem abriu o placar, com López, que mandou de cabeça para o fundo do gol, aos 27 minutos. Michel foi punido com dois cartões amarelos e acabou expulso. Pedro Rocha, Everton e Kaio assumiram as posições de Lincoln, Lucas Barrios e Fernandinho, respectivamente. Com dez em campo, o Tricolor não desistiu e buscou criar oportunidades e pressionar os paraguaios. O gol de empate saiu dos pés de Pedro Rocha, aos 34’ - Arthur deu um ótimo passe, na medida para o camisa 9, que pegou de primeira e chutou a gol, balançando as redes.

Com o resultado, o Grêmio conquista um ponto e chega a sete, empatado com o Guarani. Permanece na liderança do Grupo 8, por ter maior número de gols.

Após a partida, o Tricolor embarca para Porto Alegre e amanhã, às 15h30, se reapresenta no CT Presidente Luiz Carvalho para iniciar a preparação para o próximo confronto, contra o Novo Hamburgo, no domingo, que define vaga para a final do Campeonato Gaúcho.

Escalação: Marcelo Grohe, Edilson, Rafael Thyere, Bressan, Bruno Cortez, Michel, Jailson, Arthur, Lincoln, Fernandinho e Lucas Barrios.

Banco: Leo, Bruno Rodrigo, Kaio, Machado, Gastón Fernández, Everton e Pedro Rocha.

A arbitragem colombiana foi comandada por Wilmar Roldan, auxiliado por Alexander Guzmán e Cristian de la Cruz.
 

O jogo:

Primeiro Tempo

A saída de bola foi do time da casa, que teve sua primeira oportunidade logo cedo. Da direita, a bola foi cruzada na área, a defensiva afastou, mas a bola sobrou para os paraguaios, até que chegou a Novick, quem mandou de voleio, mas para fora.

Em resposta, o Tricolor chegou pela esquerda, com Lucas Barrios, mas a zaga conseguiu o corte e mandou pra escanteio. Lincoln cobrou bem, Barrios cabeceou e o goleiro teve que se esforçar para defender, cedendo novo escanteio. O meia bateu novamente, no primeiro poste. Houve o desvio, mas a defesa da casa afastou. Na sequência do lance, Fernandinho carimbou de longe, a bola explodiu nos zagueiros, chegando até Lucas Barrios que mandou para o gol. O arqueiro paraguaio conseguiu a defesa e mandou pela linha de fundo.

Aos 6 minutos, o Guarani tentou chegar com Camacho arriscando de longe. A bola passou sem perigo pela meta gremista.
Com 11 minutos, trabalhando bem a jogada, a bola foi colocada na área para Barrios. O centroavante tentou desviar de calcanhar, mas ninguém conseguiu aparecer. No ataque, pela esquerda, os paraguaios provocaram falta. Edilson cobrou direto, mas a bola subiu muito, sem perigo para Aguilar.

Já o Guarani tentou ir logo na sequência para o ataque pela direita, mas defensiva tricolor conseguiu recuperar.

Aos 14’, Michel recebe passe pelo meio e tentou arriscar. De longe chutou, mas a bola foi para fora. Respondendo ao ataque, os adversários chegavam novamente pela direita, mas ao entrar na área, Bressan conseguiu cortar e recolocar o Grêmio no jogo.

Uma boa oportunidade surgiu aos 17’. Fernandinho dominou pela direita e partiu em velocidade, entrando na área. Cara a cara com Aguilar, mandou a gol, mas o arqueiro defendeu.

O Guarani teve uma bola alçada na área do Grêmio. Rafael Thyere conseguiu afastar de cabeça e dividiu com Novick, que caiu dentro da área, mas sem cometer infração. A torcida paraguaia pediu pênalti, mas nada foi assinalado.

Outra chance: Lincoln e Cortez fizeram boa combinação. O lateral fez cruzamento da esquerda, Fernandinho desviou de cabeça, mas a bola saiu.

Também pressionando, Novich partiu em jogada individual, passando pelos marcadores gremistas em seu campo de defesa, até que teve que recuar e recomeçar o jogo. Logo em seguida, da esquerda foi feito um cruzamento na área do tricolor. Palau e Novick se aproximavam para o chute, mas a zaga providenciou o corte.

Trabalhando a bola de pé em pé, Fernandinho recebeu na intermediária, pelo meio, e arriscou de perna esquerda. A bola explodiu na zaga. Barrios tentou chegar, mas Aguilar defendeu.

De novo no ataque, Fernandinho cruzou da direita no segundo poste e Lincoln emendou um chute de primeira. A bola saiu, batendo na rede pelo lado de fora, com 25 minutos.

O Guarani levou perigo aos 26’. Camacho recebeu na entrada da área e mandou a gol. Marcelo Grohe tentou a defesa, mas a bola ia se encaminhando para o fundo do gol, até que Cortez completou e mandando para fora.

De fora da área, Juan Aguilar mandou uma bomba em direção a meta gremista. Grohe voou para defender. Em seguida, Camacho cruzou da esquerda. Bareiro subiu de cabeça, e o arqueiro gremista conseguiu espalmar. Ainda no rebote, o Guarani tentava, mas a jogada foi anulada por impedimento.

O Guarani chegou com precisão ao ataque aos 36 minutos e conseguiu mandar para o fundo das redes, com um chute de Camacho, mas a jogada já estava anulada por impedimento. Respondendo, o Tricolor ameaçou com Fernandinho, que passou pela marcação e acionou Barrios, buscando tabela, mas a jogada deu errado.

O Grêmio chegou pelo centro aos 39’. Fernandinho abriu na direita para Barrios, que tentou o desvio, mas não alcançou. Logo na sequência, pela esquerda, Cortez cruzou, Barrios alcançou, chutou, mas perdeu a chance de abrir o marcador, mandando pra fora.

Mais uma vez no ataque, agora Arthur tocou para Fernandinho, que de calcanhar tentou servir Edílson, mas a bola foi às costas do lateral.

Aos 43’, Lincoln recebeu pelo meio com liberdade, mas adiantou demais, facilitando para os paraguaios. O volante Arthur seguia pelo meio até que foi derrubado com falta, ficando caído no gramado. Edilson cobrou, colocou na área, mas defensiva afastou e tentou ligar contra-ataque. Arthur novamente desarmou.A bola foi lançada do meio-campo para Barrios, que dominou entre os zagueiros, na área, dividiu e caiu. Nada assinalado.

Primeira etapa finalizou aos 46 minutos.


Segundo Tempo

O Grêmio voltou ao campo com a mesma formação e teve a saída de bola nesta etapa. E logo já chegou pelo lado direito, com Fernandinho, mas a defensiva paraguaia afastou.

Respondendo, Camacho avançou pela direita e buscou acionar Novick. A zaga gremista fez o corte.

Em seguida, Fernandinho tentou novamente partir para o ataque, tabelando com Arthur, mas sofreu falta de Palau.

Com 3 minutos, Edilson buscou fazer um lançamento para Fernandinho, mas a bola correu demais, o goleiro Aguilar protegeu e deixou sair pela linha de fundo.

Aos 5’ o Guarani levou perigo. Báez avançou pela esquerda, tentando passar por Edilson, até que cruzou. A bola passou por cima e bateu na trave gremista, antes de sair para escanteio. Após cobrança na área, a zaga tricolor afastou, mas a bola voltou para Camacho, que cruzou novamente, até que Marcelo Grohe fez a defesa.

Com 9 minutos, Michel acabou provocando uma falta e levando amarelo. Na cobrança, De la Cruz levantou na área, mas Rafael Thyere fez o corte. Ainda no ataque, os donos da casa cruzaram novamente na área, mas Grohe saiu para fazer a defesa.

O Grêmio não ficou atrás e ameaçou. Cortez tabelou com Lincoln, foi à linha de fundo e cruzou, mas mandou muito forte. A bola ficou para Fernandinho, que, pela esquerda, buscou jogar com Edílson, mas a zaga interceptou a jogada.

O Tricolor teve boa oportunidade com uma bola alçada na área da intermediária, pela direita. Lincoln tentou alcançar, mas ela correu demais e saiu pela linha de fundo.

Puxando contra-ataque, ainda no campo de defesa, Fernandinho partia em velocidade pela direita quando foi derrubado com falta. Depois da cobrança, a jogada se desenhava pelo meio, mas o passe de Lincoln que buscava Fernandinho saiu muito curto, ficando com a defensiva.

Em novo lance, Michel já amarelado, abriu o braço para fazer a proteção da jogada, mas acabou acertando o jogador adversário e levou seu segundo amarelo, sendo expulso da partida. Camacho cobrou falta na área, mas a zaga gremista afastou.

Com 17’, o Grêmio se lançou em contra-ataque em velocidade com Fernandinho pela direita. O atacante cortou pro meio e chutou. Por trás, o marcador travou, impedindo o chute. Nada assinalado.

No lance seguinte, os donos da casa chegaram com Novick, pela direita, mas Bruno Cortez o bloqueou.

Substituição no Tricolor: Saiu Lincoln, entrou Pedro Rocha, aos 22 minutos.

Bressan também foi amarelado por arbitragem entender que ele retardou a cobrança de lateral.

O Grêmio teve nova chance aos 24’, com um cruzamento de Edilson feito pela direita. O lateral mandou na cabeça de Lucas Barrios, que desviou, mas por cima do gol, ainda dividindo com dois marcadores.

Respondendo ao ataque, o Guarani abriu o marcador. Palau foi acionado nas costas de Edilson, pela direita na área. O jogador cruzou para López, que desviou para o gol, aos 27’.

Já o Tricolor buscou chegar com Edilson, mas que acabou derrubado na intermediária. O próprio jogador colocou na área, a bola sobrou para Fernandinho que cruzou. Barrios mandou de cabeça, mas bem marcado, não conseguiu concluir a gol. O paraguaio ficou caído no gramado sentindo dores.

Substituição no Tricolor: Saiu Barrios, entrou Everton, aos 29 minutos.

Aos 31’, Pedro Rocha foi acionado pelo meio, mas no lance, ergueu muito o pé e cometeu falta sobre o adversário, sendo amarelado. O Grêmio se manteve no ataque. Pedro Rocha acionou Cortez pela esquerda. Rolón afastou para o Guaraní, mas a sobra ficou com o atacante gremista, que acabou desarmado.

Foi aos 34’ que o Tricolor chegou ao gol, conseguindo igualar o marcador. Na insistência no ataque, Arthur dominou pela direita e cruzou no segundo poste, na medida para Pedro Rocha. O camisa 9 pegou de primeira, deslocando Aguilar e balançando as redes.

O Guarani chegou com muito perigo na sequência. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Palau no segundo poste, que chutou a gol. Marcelo Grohe fez ótima defesa e no rebote, Rolón isolou.

Substituição no Tricolor: Saiu Fernandinho, entrou Kaio, aos 37 minutos.

O Grêmio chegou forte aos 38’. Cortez lançou Pedro Rocha, que se livrou da marcação e deu uma cavadinha na bola. Ela explodiu na trave e Kaio ainda tentou no rebote, mas a bola se perdeu pela linha de fundo.

O Tricolor chegava pela esquerda, com Pedro Rocha. O atacante tentava passar pela marcação, mas foi desarmado. Insistiu no lance e acabou cometendo falta.

Aos 42 minutos, Rolón foi acionado na direita, dentro da área, e desviou para o meio de cabeça. A bola chegou a López, que mandou a gol. Marcelo Grohe conseguiu boa defesa.

Marcelo Grohe foi amarelado por demorar na cobrança do tiro de meta.

Jogo finalizou aos 48’.

Fotos: Lucas Uebel | Grêmio FBPA


Guarani X Grêmio - 20/04/2017




Conmebol Libertadores Brigestone - Fase de Grupos

Placar: Guaraní-PAR  1 X 1  Grêmio
Local: Assunção
Data: 20.abr.2017

Gols:  Pedro Rocha

Escalação Grêmio
Marcelo Grohe  
Edilson  
Rafael Thyere  
Bressan  
Bruno Cortez  
Michel  
Jailson  
Arthur  
Lincoln  
Fernandinho  
Lucas Barrios  
  Entrou Saiu
Pedro Rocha   Lincoln
Everton   Lucas Barrios
Kaio   Fernandinho
Escalação Guaraní-PAR
Aguilar  
Rolón  
Bareiro  
Cabral  
Báez  
De la Cruz  
J. Aguilar  
Palau  
Novick  
García  
Camacho  
 
Reservas  
 
Sebastián Fuentes  
Wilson Pittoni  
Ramón Martínez  
Tomás Bartomeus  
Antônio Marín  
Rodrigo Bogarín  
Rodrigo López  

notícias anteriores