Bicampeão Brasileiro 1996

Final


A longa e difícil caminhada do GRÊMIO por estádios brasileiros para alcançar o título de bicampeão nacional de 1996 começou em Criciúma (SC), no dia 18 de agosto e terminou quatro meses depois, em 15 de dezembro, no Olímpico Monumental, palco da apoteose final.


Não foi fácil a campanha em busca do grande título. Na estréia, o primeiro gol foi do adversário. E o último, obra do imponderável. Na medida exata entre a vitória e a derrota, Aílton, de passo incerto, fez o gol mais certo de sua vida profissional e deu o título ao seu novo clube.


No “gran-finale”, depois de perder por 2 x 0, no dia 12 de dezembro em São Paulo, para a Portuguesa de Desportos, o GRÊMIO preparou-se com determinação para enfrentar a equipe paulista no Olímpico Monumental, no dia 15 de dezembro, numa tarde ensolarada de domingo.


O GRÊMIO precisava vencer pela diferença mínima de 2 gols, enquanto a Portuguesa jogava até pela derrota de 1 gol.


A vitória parcial do GRÊMIO, aos 2 minutos do 1º tempo, através do gol marcado pelo artilheiro da competição Paulo Nunes, ajudou a manter sempre viva a chama da grande e mágica torcida à espera do gol que faltava e que veio através de Aílton, quase ao final da partida e que fez extravasar de alegria a espetacular torcida tricolor que lotou o Estádio Olímpico.



FICHA DO JOGO > GRÊMIO x PORTUGUESA

Local: Estádio Olímpico

Data: 15/12/1996

ÁRBITRO: Márcio Rezende de Freitas



GOL

Paulo Nunes e Aílton (Grêmio)



SUBSTITUIÇÕES - GRÊMIO

Entrou Luciano, saiu Rivarola.

Entrou Aílton, saiu Dinho.

Entrou Zé Afonso, saiu Émerson.



SUBSTITUIÇÕES - PORTUGUESA

Entrou Flávio, saiu C. Roberto.

Entrou Tico, saiu Rodrigo Fabri.

GRÊMIO (2) PORTUGUESA (0)
DANRLEI CLÉMER
ARCE VALMIR
RIVAROLA MARCELO
MAURO GALVÃO CÉSAR
ROGER C. ROBERTO
DINHO CAPITÃO
GOIANO GALLO
ÉMERSON CAIO
CARLOS MIGUEL ZÉ ROBERTO
ZÉ ALCINO ALEX ALVES
PAULO NUNES RODRIGO FABRI
Técnico: Luiz Felipe Scolari Técnico: Candinho


CONSELHO DELIBERATIVO

Presidente: Flávio Obino

Vice-presidente: Oly Fachin



DIRETORIA

Presidente: Fábio André Koff

Vice de futebol: Luiz Carlos Silveira Martins

Diretor: Alceu César Pacheco

Supervisor: Antônio Carlos Verardi

Preparador Físico: Paulo Paixão

Médico: Dr. Paulo Rabaldo

galeria de imagens: