Tetracampeão da Copa do Brasil 2001

Final


Depois das conquistas de 1989, 94 e 97, o Grêmio em 2001 venceu pela quarta vez a Copa do Brasil que ao contrário das anteriores, não foi invicta. Isto no entanto, não diminuiu o brilho da conquista já que esta, a exemplo de 97, teve sabor de vingança.


Em 1995, o tricolor amargou no estádio Olímpico lotado uma derrota para o Corinthians que lhe tirou o título daquele ano, mas não impediu que a enorme torcida, em reconhecimento à bela atuação do time, cantasse o hino do clube ao final do jogo, fato inédito no Brasil.


Em 1997, o Grêmio sagrou-se campeão em pleno Maracanã dobrando o Flamengo e devolvendo ao rival o sabor amargo da perda de um título nacional em casa quinze anos antes. Quatro anos depois foi a vez do Corinthians passar pela mesma experiência.


Para chegar a final da Copa do Brasil de 2001, o Grêmio eliminou sucessivamente o Vila Nova-GO, Santa Cruz-PE, Fluminense-RJ, São Paulo-SP, Coritiba-PR, chegando à final com o Corinthians com quem empatou em 2x2 (depois de estar perdendo por 2x0 no estádio Olímpico) e bater o time paulista em pleno Morumbi, com uma vitória incontestável por 3x1 em 17/06/2001. Com esta vitória o tricolor não apenas devolvia para o adversário a dolorosa sensação de perda como também tornou-se o 1º Tetracampeão da Copa do Brasil.



FICHA DO JOGO > GRÊMIO x CORINTHIANS

Local: Est. Morumbi

Data: 17/06/2001



GOLS

Marinho, Zinho e Marcelinho (Grêmio) Ewerton (Corinthians)



SUBSTITUIÇÕES - GRÊMIO

Entrou Alex Xavier, saiu Mauro Galvão.

Entrou Itaqui, saiu Anderson Lima.

Entrou F. Baiano, saiu Luiz Mário.



SUBSTITUIÇÕES - CORINTHIANS

Entrou Andrezinho, saiu Rogério.

Entrou Pereira, saiu Marcos Senna.

Entrou Gil, saiu Muller.

GRÊMIO (3) CORINTHIANS (1)
DANRLEI MAURÍCIO
MARINHO ROGÉRIO
MAURO GALVÃO
SCHEIDT
POLGA JOÃO CARLOS
ANDERSON LIMA
KLÉBER
TINGA OTACÍLIO
ROGER MARCOS SENNA
ZINHO MARCELINHO CARIOCA
RUBENS CARDOSO
RICARDINHO
LUIZ MÁRIO
EWERTON
MARCELINHO PARAÍBA
MULLER
Técnico: Tite Técnico: Wanderley Luxemburgo


CONSELHO DELIBERATIVO

Presidente: Oly Fachin

Vice-presidente: Rudy Petry



DIRETORIA

Presidente: José Alberto Guerreiro

Vice de futebol: José Otávio Germano

Diretor: Luiz Eurico Vallandro