1962 - Campeão Sul-Brasileiro Invicto - Taça da Legalidade 

 

Em 1962, a Federação Rio Grandense de Futebol em parceria com o governo do Estado do Rio Grande do Sul e as Federações de Futebol do Paraná e Santa Catarina organizaram o 1º Campeonato Sul-Brasileiro de futebol, também chamado de Taça da Legalidade, uma homenagem ao movimento honônimo que visava empossar o Vice-Presidente João Goulart no lugar do Presidente Jânio Quadros que renunciara.

 

A campanha tricolor neste primeiro campeonato, que reuniu as forças máximas do sul do país, foi brilhante. Em dez jogos foram obtidas sete vitórias e apenas 3 empates. O título foi decidido antecipadamente em Itajaí-SC, num empate em 0x0 com o Marcílio Dias que foi o vice-campeão.

 

O último jogo foi o clássico Gre-Nal no estádio dos Eucalíptos com sua lotação esgotada, pois, o arquirival estava empenhado em macular a campanha tricolor com uma vitória sobre o Campeão. De fato, aos 11min, o ponteiro direito Sapiranga abria o placar para os colorados. Contudo, o time vermelho não contava com a reação tricolor, virando o jogo através de Joãozinho aos 25 minutos da etapa final e Vieira, no minuto final, decretando o título invicto. A festa gremista culminou com a entrega da Taça da Legalidade feita pelo então governador gaúcho Leonel Brizola. Além deste troféu o Grêmio ganhou outras três taças das respectivas Federações Estaduais organizadoras do campeonato.

 

FICHA DO JOGO > GRÊMIO x MARCÍLIO DIAS

Local: Estádio Olímpico

Data: 03/03

 

SUBSTITUIÇÕES - GRÊMIO

Entrou Gilnei, saiu Élton.

Entrou Limumba, saiu Marino.

 

JUIZ

Agomar Martins

GRÊMIO (0) MARCÍLIO DIAS (0)
IRNO JORGE
SÉRGIO RIO BRANCO ANTONINHO
AÍRTON IVO
BRANDÃO JOEL I
MOURÃO JOEL II
ÉLTON SOMBRA
MILTON ODILON
MARINO RENÉ
JOÃOZINHO AQUILES
JUAREZ IDÉSIO
VIEIRA JORGINHO
Técnico: Ênio Rodrigues  

 

CONSELHO DELIBERATIVO

Presidente: Pedro da Silva Pereira

Vice-presidente: Luiz Carvalho

 

DIRETORIA

Presidente: João Leitão de Abreu

Vice de futebol: Cláudio Luce