IMOR7AL

Estátua de Renato Portaluppi comemora um ano na Arena

Técnico foi imortalizado em emocionante cerimônia na noite de 25 de março de 2019

25 MAR 2020 18:00 | Atualizado em 25 MAR 2020 20:04 Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense

Um ano atrás, na noite de 25 de março de 2019, o Grêmio parou para reverenciar seu maior ídolo. Em uma emocionante cerimônia na esplanada da Arena, com nove mil gremistas como testemunhas, Renato Portaluppi encontrou-se com a estátua que o imortalizou na história do Clube e comemora, nesta data, um ano de sua inauguração. A inesquecível festa entrou para a história do Grêmio e marcou a concretização de um pedido feito pelo técnico em 2016.

Com os braços abertos para o alto, como se abraçasse os gremistas do outro lado do mundo, longos cabelos para trás e expressão incrédula, a comemoração do primeiro gol do Mundial de 1983, gravada na retina de todos os torcedores por aquele jovem camisa 7 de 21 anos, inspirou a confecção da obra. Construída pelos artistas Theo Felizzola, Iouri Petrov e Jamil Fraga, a estátua de Renato Portaluppi tem 4 metros e 10 de altura, sendo 1,30 metros da base - que leva um medalhão com o rosto e a assinatura do técnico. 

De casa, onde cumpre período de isolamento em acordo com as orientações do Departamento Médico do Clube, Renato lembra da noite em que foi imortalizado com a camisa gremista: "em um momento delicado e preocupante como esse que estamos vivendo, é bom lembrar de um dos dias mais emocionantes da minha vida. Agradeço muito ao Grêmio por tudo".

A ideia de imortalizar Renato começou a tomar forma em uma brincadeira do próprio técnico, em 2016, quando o Grêmio conquistou o pentacampeonato da Copa do Brasil. Campeão da Libertadores e do Mundo em 1983, Renato disse que a primeira conquista como treinador tornava os feitos merecedores de uma estátua. Um ano depois, tricampeão da Libertadores da América, o assunto, já debatido internamente pelas comissões do Clube, foi aprovado por unanimidade no Conselho Deliberativo. Deste momento até a inauguração, passaram-se 15 meses - nos quais Renato participou ativamente da confecção da obra.

Em seu discurso naquele início de noite de outono, Renato fez questão de homenagear a torcida do Grêmio. Com lágrimas incontidas, repassou suas passagens como jogador e treinador, agradeceu aos jogadores que comandou no Clube e expressou seu amor pelo Grêmio. No momento em que lutava para falar, em meio à emoção, lembrou dos pais e desejou que estivessem ao seu lado para sentirem orgulho do filho. Às 19:01, ao lado da filha Carol Portaluppi, o técnico descerrou o pano preto que cobria a obra e revelou à nação gremista o Renato Imor7al.

Localizada na esplanada Oeste do estádio, em frente à Calçada da Fama e ao Memorial do Clube, a estátua de Renato está aberta à visitação e é, desde então, ponto de referência na casa do Tricolor. Abaixo, os torcedores podem assistir a um vídeo de comemoração produzido pela GrêmioTV.

Fotos: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Estátua Renato Portaluppi