Para sempre

Morre André Catimba, aos 74 anos

Atacante deixou seu nome na história do Tricolor no final da década de 70

28 JUL 2021 15:37 | Atualizado em 28 JUL 2021 15:37 Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense

Faleceu, em Salvador, aos 74 anos, Carlos André Avelino de Lima, mais conhecido como André Catimba, um dos maiores atacantes que já vestiram a camisa do Grêmio. Ao lado de Tarciso e Eder, formou o ataque campeão estadual de 1977 e 1979, que ficou pra sempre marcado na retina do torcedor gremista. Na decisão de 1977, anotou o gol da vitória de 1 a 0 no Gre-Nal decisivo e comemorou com a tentativa de um salto mortal que entrou para a história do futebol Foto). Na decisão de 1979, também deixou sua marca na vitória de 3 a 0 sobre o Brasil de Pelotas. No mesmo ano, fez o famoso gol de bicicleta contra o Esportivo, considerado o mais bonito da história do Estádio Olímpico.

Com seus pés eternizado na Calçada da Fama da Arena, André nunca se afastou do Grêmio. Em todos os jogos do Tricolor em Salvador, onde residia, o ex-jogador fazia questão de visitar o time no hotel e participava das festividades organizadas pelo consulado local. Em 2012, esteve em Porto Alegre onde participou da inauguração da Arena e outros eventos.

Em Salvador, após vencer o Vitória pela Copa do Brasil, a delegação gremista recebeu a notícia do falecimento do ex-jogador. O técnico, Luiz Felipe Scolari, que enfrentou André como atleta na década de 70, fez questão de prestar suas condolências á família e lembrou da coincidência do último jogo do Grêmio ter sido exatamente contra o rubro-negro baiano, equipe pela qual André Catimba também atuou e deixou seu nome na história.      

Além de Grêmio e Vitória, ele vestiu as camisas do Guarani/SP, Ypiranga/BA, Bahia, Galícia/BA, Pinheiros/PR, Náutico/PE, Comercial/SP, Fast Club/AM e Argentinos Juniors/ARG, onde atuou ao lado de Maradona.

O Grêmio presta solidariedade aos familiares, amigos e torcedores.

 

Foto: Armênio Abascal Meireles / Arquivo do Museu do Grêmio